Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008
Ary dos Santos - Homenagem

Faz hoje 24 anos que faleceu José Carlos Ary dos Santos, grande Poeta e Comunista.

 

 

 

Cavalo à solta

Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura.

Minha ousadia
meu galope
minha rédea
meu potro doido
minha chama
minha réstia
de luz intensa
de voz aberta
minha denúncia do que pensa
do que sente a gente certa.

Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo
esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro
cavalo à solta
pela margem do teu corpo.

Minha alegria
minha amargura
minha coragem de correr contra a ternura.

Por isso digo
canção castigo
amêndoa travo corpo alma amante amigo
por isso canto
por isso digo
alpendre casa cama arca do meu trigo.

Meu desafio
minha aventura
minha coragem de correr contra a ternura.

    José Carlos Ary dos Santos

    
    

    

    
    

    

    
    

    

    
    

    

    
    

    


publicado por subterraneodaliberdade às 20:44
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De divagares a 19 de Outubro de 2009 às 22:25
Quero expressar aqui o meu apreço por esta selecção formidável de música. Conheço e aprecio quase toda apenas uma fica de fora). Nas minhas preferências - que são muito vastas - Beethoven é incontornável.. Virei cá periodicamente.
divagares


Comentar post

Beethoven - 9ª Sinfonia
links
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Dead Can Dance

Malvela: Grupo de Cantara

O que faz falta - Zeca Af...

Do que um homem é capaz -...

Dvorak: 9ª Sifonia - IV M...

Pergolesi - Stabat Mater

Ludwig Van Beethoven: 7ª ...

Chico Buarque: Construção

Silvio Rodriguez

Fausto

arquivos

Novembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Videos Música Portuguesa
Visitas
Contador
Ferias
subscrever feeds